D&D Campaign Adventures for Mythic Odysseys of Theros - Available now @ Dungeon Masters Guild
DUNGEONS AND DRAGONSAproveite as ofertas de DnD traduzido na Amazon Brasil!

Ruas de Sangue – Mesa dos Insones

Conheça um pouco da crônica de Vampire: The Masquerade 5th Edition que os Cavaleiros Insones estão jogando: Ruas de Sangue.

Ruas de Sangue

Saudações aventureirxs!

Em tempos de pandemia, tive que me reformular para continuar jogando RPG. Meus amigos mais próximos sabe o quanto sou averso à jogos online, pois sou mais oldschool dos RPGistas: tenho muitos livros, faço diversas anotações e tenho o costume de guardar fichas de jogadores.

Coloquei até minhas observações sobre jogos online aqui, mas hoje estou trazendo para o deleite dos amigos que frequentam esse site, um pouco da história da crônica de Vampire: The Masquerade (ou V5) que estou narrando.

Fiquem à vontade, caso queiram se inspirar, em adaptar as informações que estão aqui. Essa crônica receberá influências da Linha do Tempo que foi publicado aqui no site.

Ruas de Sangue

Natal Noturna – Ruas de Sangue

O ano é 2010. Natal é uma pequena conurbação da capital do Rio Grande do Norte e várias outras cidades-satélites que, juntas, são conhecidas como Grande Natal. Outrora conhecida como a “Paris do Brasil” no início do século XX, foi palco atuante na 2ª Guerra Mundial, e foi vanguardista em muitos commodities antes não encontrados no resto do país.

O que não se sabe é que, enquanto o resto do país é povoado, nas sombras, por diversas criaturas sobrenaturais em conflito, e cidades caem frente à guerras sangrentas no palco Camarilla vs. Sabá, Natal sempre foi um bastião firme, frente a tudo isso. Graças à rigidez da príncipe Alessa, que comanda a cidade desde antes do séx. XX.

No atual ano, Natal está experimentando um desenvolvimento comercial extraordinário. Houve um boom populacional, inflado pela crescente procura por residência e a especulação imobiliária. Também várias franquias estrangeiras se instalaram na cidade, como também empresas prestadoras de serviço. Natal nunca foi tão rica.

Os cainitas vivem em uma espécie de paz, mas o passado ainda perturba muitos deles, pois existem feridas que não cicatrizaram. E o principado foi criado em cima de temor e morte, que alguns membros repudiam.

Nesse cenário, os personagens dos jogadores estão divididos em suas coteries, procurando um lugar seguro, em meio às manipulações que partem tanto pelo antigo principado da Camarilla, quando pelo movimento recente estabelecido na cidade, os Anarquistas, e o temor da volta de antagonistas já expurgados: o Sabá.

Ruas de Sangue

A História

Ruas de Sangue é uma crônica de manipulação, mudanças rápidas de partidos, e traições. Os personagens dos jogadores (PCs) são vampiros com certa idade (ancilla), que estão na cidade entre 20 a 60 anos, e viveram um pouco do passado da cidade.

Eles possuem conhecimento que, antes da príncipe Alessa, existiu um príncipe que tentou fazer um principado “democrático”, e caiu na primeira metade do séc. XIX. Conhecido como Mombaça, ele era um ex-escravo, carismático e de grande influência, e muito respeitado pelos seus pares. Quando a francesa Alessa descobriu que o príncipe estava se aliando à forças contrárias à Camarilla, conseguiu derrubar o príncipe, que foi estacado e deixado queimar ao sol em uma praia deserta da cidade de Natal.

Alessa era de outro principado, e acabou se instaurando como príncipe na cidade de Natal. Caçou seus opositores, e formou uma coalisão que firmou o principado como ele é a mais de 150 anos. Nas sobras, influenciou as artes e a infraestrutura da cidade, tudo para que o rebanho ficasse feliz e satisfeito.

Quando os Anarquistas chegaram na déc. de 1970, foi conciliadora, mas ao mesmo tempo firme. Transformou os Anarquistas em um partido fantasma, mas atuante, e todos sobre seu julgo.

Mas seu principado teve alguns abalos durante o séc. XX, com tentativas de golpes e ataques perpetradas pelo Sabá, que é bem dominante em várias cidades do Brasil, mas não conseguiu dominar algumas cidades-chave no litoral, como algumas capitais. Natal sempre foi dominío da Camarilla, e durante vários anos de ataque, resistiu bem.

Sua supremacia seria abalada no final da déc. de 1980, onde o Sabá conseguiu força suficiente para fazer um ataque incisivo à Camarilla natalense.

Conhecido como “A Dança das Cabeças Partidas“, o Sabá atacou os refúgios e elisiuns da Camarilla. Muitos cainitas encontraram sua morte-final na sequência de noites de ataques. Uma mancha péssima para a reputação da Camarilla.

Com a união da Camarilla e dos Anarquistas, o Sabá foi derrotado, e os líderes expostos e destruídos, mas o estrago estava feito: a Camarilla natalense nunca mais seria o mesmo. O principado sofreu grandes baixas, tanto físicas quanto de influência, e os Anarquistas cresceram.

Forte dos Reis Magos

A Trama

Os PCs possuem suas próprias coteries e percebem que os outros vampiros também se refugiaram em suas coteries depois do que aconteceu. O principado foi abalado, e muitos dos cainitas não acham mais que a Camarilla possa defendê-los das ameaças externas. A Realeza, como é conhecida a coterie da príncipe Alessa, ainda é forte, mas está perdendo influência.

Já nos Anarquistas, onde a maioria dos PCs possuem afinidade, surgiram duas fortes lideranças, divididas em duas grandes coteries: os Regionalistas, comandados por um ex-primigene, e os Revisionistas, comandados por uma ex-Sabá.

Nos últimos anos, houve um surto na vinda de clãs que antes não existiam no principado, como também uma explosão demográfica de Caitiffs e Sangues-Fraco.

A principal disputa agora é por território. Uma guerra fria acontece, mas logo alguém dará o estopim para que ambas as facções políticas dos vampiros entrem em atrito.

Será que a Camarilla conseguirá manter sua cidade? Ou a cidade virará um Cidade-Livre? E o Sabá, por onde anda?

Sobre a Crônica

Os #CavaleirosInsones começaram a crônica em julho, fazendo sessões para concluir prelúdios e introduzir jogadores, muitos veteranos das edições antigas mas todos novatos da nova edição.

Estamos jogando a cada 15 dias, e minha pretensão como narrador é ampliar a quantidade de jogadores, para que vire um projeto autônomo. Estou ainda treinando o novo sistema com 8 jogadores, mas logo pretendo expandir, principalmente quando a pandemia acabar e podermos jogar pessoalmente.

Os jogos ocorrem via Google Meet (Vídeo), Discord (Vídeo/Chat) e Telegram (Chat). Eu estou jogando os dados secretamente, mas quando é preciso, uso esse rolador de dados de V5: VTM-V5-Dice-Roller

Estou registrando os personagens, lugares e história no Kanka: https://kanka.io/pt-BR/campaign/27181

Se você for de Natal, e quiser jogar, entre em contato! No topo desse site tem nossos contatos e rede sociais, e quando as mesas estiverem disponíveis, entraremos em contato.

Em um outro artigo, falaremos dos personagens.

E rolem dados!

Foto da Capa: Marcelo Guerra

Create Your Own Eberron D&D Adventures @ Dungeon Masters Guild