D&D Campaign Adventures for Mythic Odysseys of Theros - Available now @ Dungeon Masters Guild
DUNGEONS AND DRAGONSAproveite as ofertas de DnD traduzido na Amazon Brasil!

Que tipo de jogador de RPG você é?

Leia o artigo e faça um quiz! Veja que tipo de jogador de RPG você mais se identifica!

Tipo de Jogador de RPG

Saudações aventureirxs!

Nesses quase 50 anos de RPG como hobby e mercadoria, o design e teoria foi bastante estudado por muita gente, virou assunto acadêmico e é tema das rodas e mesas espalhadas pelo mundo.

Em um artigo anterior, apresentamos aqui no blog a Teoria GNS (Gamism, Narrativism, Simulationism). Hoje apresentamos uma nova teoria: o Eixo de Influências.

Acompanhe o artigo e faça um quiz no final.

Eixo de Influências

Quem elaborou esse teoria foi o James Mishler na déc. de 2000, onde ele pegou as principais influências RPGísticas, e que permeiam até hoje, para fazer eixos no qual sistemas e jogadores se identificassem.

Ele pegou 4 escritores de RPG que são bem influentes no nosso hobby até hoje e fez o seguinte gráfico:

Tipo de Jogador de RPG

Muito dos sistemas de RPG, e jogadores por consequência, bebem da influência dos seguintes autores. Veja no próximo tópico.

Autores e Influência no tipo de jogador de RPG

Gary Gygax: um dos criadores do Dungeons and Dragons e inventor do RPG moderno. Defensor de um jogo mais “jogo”, com ênfase no resultado da aventura. Gygax defendia que os jogadores jogassem mais do que fizessem atuações teatrais.

Dave Arneson: também criador do Dungeons and Dragons, mas tinha mais gosto pela narrativa da aventura e interpretação dos pesonagens por parte dos jogadores e do Mestre. Eu diria que ele inventou o “roleplay” do RPG, enquanto o Gygax inventou o “Playing Game”.

Steve Jackson: escritor e criador da série “Aventuras Fantásticas”, onde a narrativa estava totalmente escrita, bastava o jogador escolher o melhor caminho e lidar com suas escolhas. Não confundir com outro Jackson, criador de GURPS.

Mark Rein•Hagen: criador da linha Storyteller (Vampiro – A Máscara, Lobisomen – O Apocalipse, dentre outros), introduziu a teatralidade nos jogos de RPG, onde o foco é nas ações e emoções dos personagens, não no cenário em si.

Elementos do RPG

Com os autores e suas influências de RPG, o eixo estava criado. Bastava nomear os elementos:

O Elemento Aventura (Adventure) se baseia no personagem, ou grupo de personagens, seguindo uma linha pré-determinada, como seguir em frente, matar monstros, pilhar os monstros e desvendar locais. Por seguir essa linha, muito do jogo de interpretação – ou Role-play – se perde com o transcrever da cena e dos combates. 

O Elemento Narrativa (Narrative) se baseia totalmente ao contrário do Aventura. Nesse elemento, jogadores e mestre se empenham em passar os conceitos dos ambiente ao extremo, discartando um conceito de linha pré-definida, onde ações e palavras definem passos e sentimentos envolvidos entre personagens, antagonistas, e o meio.

O Elemento Interpretação (Roleplay) se baseia no jogador “vestir” o personagem, assumindo seus sentimentos e transparecendo para os demais jogadores e antagonistas. O foco do jogo é o personagem e suas atitudes, e não o cenário onde ele foi inserido.

O Elemento Rolar Dados (Roll-Play) o personagem simplesmente é uma copilação de números e dados estatísticos. Nesse tipo de jogo, o personagem é apenas um mero segmento de números, o jogo é simplesmente texto, e o resultado é o que importa.

Todo o sistema de RPG bebe de um ou mais elementos apresentados. E os jogadores?

QUIZ!

Faça o quiz abaixo e veja qual tipo de jogador, e qual influência você direta ou indiretamente se identifica. Coloque o resultado nos comentários!

[wp_quiz id=”4741″]

Create Your Own Eberron D&D Adventures @ Dungeon Masters Guild